Contacte-nos
Contáctanos para nuevas contrataciones
o
Nós te chamamos
O número de telefone é obrigatório Deve inserir um número de telefone correto
Acepto la política de protección de datos.
Para continuar, deve aceitar a política de proteção de dados
Hero.jpg

Betumes

Betumes: Inovação ao serviço do seu negócio

O catálogo mais completo, com produtos adaptados a qualquer necessidade para a indústria da pavimentação de estradas.

Garantia e inovação para a sua empresa

Uma vasta gama de produtos de última geração.

02_BloqueContenido.jpg

Betumes asfálticos, um básico essencial

Selecionamos cuidadosamente as correntes de refinaria mais pesadas para produzir os betumes utilizados nas estradas e noutras especialidades.

Ver Ficha Técnica
Betumes modificados, inovação e tecnologia própria da Repsol

Permite um melhor desempenho dos nossos produtos. Nalguns destes produtos facilitamos a reciclagem de pneus que, de outra forma, seria muito complicado.

Ver Ficha Técnica
01_BloqueContenido.jpg

Betume de alto módulo

Facilita uma redução na espessura, com a consequente economia no pavimento. Como pode ver, na Repsol pensamos no seu negócio.

Ver Ficha Técnica
Asfaltos inteligentes, as estradas do futuro: Hoje

Graças aos materiais reciclados, à regeneração e às novas misturas semiquentes, que reduzem o consumo de energia, hoje podemos falar de asfaltos inteligentes.

Têm dúvidas?

O betume é um ligante preto, sólido ou muito viscoso à temperatura ambiente, insensível à água, cuja viscosidade diminui com a temperatura. Estas propriedades tornam-no adequado para o seu emprego na construção de estradas e impermeabilização de superfícies.

Uma estrada é uma infra-estrutura linear, cuja função é permitir o tráfego rodoviário de veículos, em condições adequadas de segurança e conforto. A construção de uma estrada é uma tarefa complexa e depende fundamentalmente do serviço que vá prestar. Basicamente, uma estrada configura-se à base de espalhar sucessivas camadas de materiais pétreos, de diferentes qualidades e resistências, em função da sua posição na estrutura da secção da estrada. Construtivamente, haverá diferenças, se temos de escavar no terreno para situar a nossa estrada (desmontes) ou se temos de acrescentar terreno (aterros). O maior "inimigo" das estradas, é o que as "desgastam", são as importantes cargas dos veículos pesados e os agentes climatológicos. As últimas camadas, sobre as quais estão em contacto directo os pneus dos veículos com a estrada, constituem o pavimento das mesmas. A maioria dos pavimentos de estradas constroem-se à base de misturas betuminosas, isto é, com mistura de pedras seleccionadas em tamanho e qualidade (seco) e betume ou asfalto, que é a "cola" preta que "une" as ditas pedras, para que a passagem dos veículos por cima delas não as desagregue.

A utilização de materiais tratados com cimento em alguma das camadas do pavimento de qualquer superfície pode dar lugar à possível reflexão de fissuras de retracção, de endurecimento ou térmica, destas camadas à superfície do pavimento, com os conseguintes problemas de incomodidade para o utilizador, risco de entrada de água no pavimento, deterioração da camada de desgaste,…

Além do mais, como já se mencionou em anteriores perguntas, a exposição do betume à intempérie faz com que se produza uma oxidação pelos raios ultravioletas procedentes do sol e pelo contacto com o oxigénio do ar, perdendo o betume as suas fracções mais ligeiras, tornando-se rígido e, portanto, perdendo as suas qualidades de flexibilidade e capacidade de adesão aos agregados da mistura.

Existem numerosos tipos de pavimentos em função da zona climática em que se encontram, assim como do tráfego que suportam. Deste modo, têm-se diferentes tipos de misturas, com diferentes granulometrias, e o tipo de ligante a empregar é diferente em cada caso, dependendo das exigências que deva suportar a estrada.

Também se considera que o tipo de mistura empregue para o pavimento de uma estrada de montanha não é o mesmo que o empregue numa via rápida de uma zona quente, além do mais, os requisitos exigidos para cada um dos componentes da mistura betuminosa são diferentes.