Contacte-nos
Contacte-nos para novas contratações
o
Nós ligamos!
O número de telefone é obrigatório Deve inserir um número de telefone correto
Consinto com o tratamento dos meus dados para ser informado por telefone e/ou e-mail da oferta de serviços Eletricidade e Gás da Repsol de acordo com a Política de Privacidade da Repsol
Para continuar, deve aceitar a política de proteção de dados
Hero.jpg
Hero.jpg
Hero.jpg

Emulsões

Para uma melhor aplicação na estrada

Emulsões e emulsões modificadas

Innovación

Produtos são diversificados e inovadores.

Check

Facilita a ligação entre as diferentes camadas que constituem um pavimento.

Acuerdo

Aumentamos o desempenho do produto.

01_BloqueContenido.jpg

Emulsões convencionais

São a base fundamental que permitiu o desenvolvimento de tecnologias a frio nas estradas. Permite a sua utilização com um ligante a temperaturas mais baixas e, inclusive, à temperatura ambiente.

Ver Fichas Técnicas
Emulsões modificadas

A sua utilização é adequada em situações de trafego intenso e condições climáticas adversas, para assegurar uma excelente união entre as camadas e uma melhor coesão com o agregado.

Ver Fichas Técnicas
Emulsões termoaderentes

A sua propriedade termoaderente garante a não aderência a qualquer elemento até ao momento da aplicação da mistura betuminosa a quente, o que modifica a viscosidade do ligante e facilita a aderência entre as camadas.

Ver Ficha Técnica
Emulsão especial para reciclagem a frio

Especialmente desenvolvida para a reciclagem a frio de pavimentos envelhecidos. É projetada especificamente para cada obra e fornece os componentes perdidos ao longo do tempo pelo betume original, devolvendo à estrada as suas características iniciais.

Ver Ficha Técnica
02_BloqueContenido.jpg

Emulsões para misturas betuminosas temperadas

Desenvolvemos as gamas de emulsões ECOTEMP e RECITEMP para o fabrico e utilização de misturas betuminosas temperadas. Com elas conseguimos uma redução das temperaturas de produção, diminuindo assim as emissões, aumentando a segurança e a saúde laboral e economizando energia.

Ver Ficha Técnica
EFIMUL Misturas abertas a frio

Formulada ad-hoc para o fabrico de misturas de granulometria aberta, armazenáveis, manipuláveis à temperatura ambiente e especificamente concebida para aproveitar a versatilidade e mobilidade oferecida pelos equipamentos de fabrico e espalhamento de misturas betuminosas.

Ver Ficha Técnica
Emulsão de alto desempenho para microaglomerados a frio e argamassas betuminosas

Permite obter microaglomerados a frio de rutura muito rápida e coesões muito altas, capazes de suportar as condições de trabalho mais adversas.

Ver Ficha Técnica
Emulsões de alta estabilidade ao armazenamento. Emulsões Export

Esta gama de emulsões possui uma grande estabilidade de armazenamento, permitindo melhorar o processo natural de sedimentação durante o armazenamento e transporte a longas distâncias.

Ver Ficha Técnica

Têm dúvidas?

O betume é um ligante preto, sólido ou muito viscoso à temperatura ambiente, insensível à água, cuja viscosidade diminui com a temperatura. Estas propriedades tornam-no adequado para o seu emprego na construção de estradas e impermeabilização de superfícies.

Uma estrada é uma infra-estrutura linear, cuja função é permitir o tráfego rodoviário de veículos, em condições adequadas de segurança e conforto. A construção de uma estrada é uma tarefa complexa e depende fundamentalmente do serviço que vá prestar. Basicamente, uma estrada configura-se à base de espalhar sucessivas camadas de materiais pétreos, de diferentes qualidades e resistências, em função da sua posição na estrutura da secção da estrada. Construtivamente, haverá diferenças, se temos de escavar no terreno para situar a nossa estrada (desmontes) ou se temos de acrescentar terreno (aterros). O maior "inimigo" das estradas, é o que as "desgastam", são as importantes cargas dos veículos pesados e os agentes climatológicos. As últimas camadas, sobre as quais estão em contacto directo os pneus dos veículos com a estrada, constituem o pavimento das mesmas. A maioria dos pavimentos de estradas constroem-se à base de misturas betuminosas, isto é, com mistura de pedras seleccionadas em tamanho e qualidade (seco) e betume ou asfalto, que é a "cola" preta que "une" as ditas pedras, para que a passagem dos veículos por cima delas não as desagregue.

A utilização de materiais tratados com cimento em alguma das camadas do pavimento de qualquer superfície pode dar lugar à possível reflexão de fissuras de retracção, de endurecimento ou térmica, destas camadas à superfície do pavimento, com os conseguintes problemas de incomodidade para o utilizador, risco de entrada de água no pavimento, deterioração da camada de desgaste,…

Além do mais, como já se mencionou em anteriores perguntas, a exposição do betume à intempérie faz com que se produza uma oxidação pelos raios ultravioletas procedentes do sol e pelo contacto com o oxigénio do ar, perdendo o betume as suas fracções mais ligeiras, tornando-se rígido e, portanto, perdendo as suas qualidades de flexibilidade e capacidade de adesão aos agregados da mistura.

Existem numerosos tipos de pavimentos em função da zona climática em que se encontram, assim como do tráfego que suportam. Deste modo, têm-se diferentes tipos de misturas, com diferentes granulometrias, e o tipo de ligante a empregar é diferente em cada caso, dependendo das exigências que deva suportar a estrada.

Também se considera que o tipo de mistura empregue para o pavimento de uma estrada de montanha não é o mesmo que o empregue numa via rápida de uma zona quente, além do mais, os requisitos exigidos para cada um dos componentes da mistura betuminosa são diferentes.