Contacte-nos
Contáctanos para nuevas contrataciones
o
Nós te chamamos
O número de telefone é obrigatório Deve inserir um número de telefone correto
Acepto la política de protección de datos.
Para continuar, deve aceitar a política de proteção de dados
Transição energética

Repsol dá mais um passo para a construção de fábrica “Superpolímeros”

  • A Repsol, Enerkem e Agbar vão construir a primeira fábrica de transformação de resíduos em produtos químicos derivados da Península Ibérica.
  • A fábrica terá capacidade para converter cerca de 400.000 toneladas de resíduos sólidos urbanos não recicláveis em aproximadamente 220.000 toneladas/ano de metanol que posteriormente serão transformados em plásticos renováveis ou em biocombustíveis avançados.
  • Utilizará uma tecnologia pioneira no setor, que permitirá reduzir as emissões de CO2 em cerca de 200.000 toneladas por ano.

Repsol dá mais um passo para a construção de fábrica “Superpolímeros”

Repsol concluiu a fase de engenharia conceptual do projeto da nova fábrica de polietileno de ultra alto peso molecular (UHMWPE), que planeia construir em Puertollano. O próximo passo será a fase designada de Front-end loading (FEL), que determinará o investimento necessário para construir a fábrica, cuja decisão será tomada até ao final do ano.

Em outubro do ano passado, a multienergética assinou um acordo de licença com a tecnologia DSM para construir a primeira fábrica na Península Ibérica de polietileno de ultra alto peso molecular (UHMWPE), no seu complexo industrial em Puertollano (Espanha), com uma capacidade de produção anual de 15 kt.

A gama de fornecimento inicial deste “superpolímero” terá 4 graus, que abrangem todos os pesos moleculares, permitindo à empresa satisfazer as necessidades das principais aplicações do polietileno, tais como placas de construção com elevada dureza, revestimentos, para-lamas, e peças técnicas e separadores de baterias para veículos elétricos na indústria automóvel.

Em linha com o seu compromisso de oferecer novas soluções para contribuir para a competitividade dos seus clientes, a Repsol aumenta assim a sua carteira de produtos através do fabrico deste "superpolímero", um produto considerado prioritário para reforçar a cadeia de etileno.

Com o novo passo no processo de engenharia, a Repsol reforça a sua intenção de se tornar um produtor de UHMWPE com uma tecnologia robusta e comprovada, como é o caso da DSM.
Para mais informações:

REPSOL | 21 311 9000 

António Martins Victor | amvictor@repsol.com